Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Felicidade em meio á lamentação



´´Bem-aventurado os que choram, porque eles serão consolados.``




Chega o dia, em nossa vida, quando frases de encorajamento, embora sinceras e de boa mente, com: ´´deixa pra lá colega `` ou ´´Anima-se, amigo`` não conseguem mais arrancar-nos do abismo profundo do desânimo. Visto que nossas necessidades são mais profundas do que apenas psicológica, sugestões dessa orem apenas parecem aguçar nosso senso de desamparo.


A grande verdade é esta: Sem importar a nossa esperteza, as nossas realizações e os nossos engenhos, somos apenas pau -pérrimos espirituais quando não temos Deus.


A mensagem de Cristo dirigia-se a um grupo espesífico---os´´pobres``, os pobres de espírito. Asseverou Cristo: O espíito do senhor é sobre mim, pois que me ungiu para evangelizar ao pobre...``(lucas 4.18).


Isso não quer dizer.contudo, que a mensagem de Cristo visava somente aos financeiramente pobres, aos socialmente pobres, aos intelectualmente pobres.


Mas significa que ele se dirigia àqueles que reconhecessem sua pobreza espiritual.


Paulo escreveu acerca dos crentes da macedónia: ``...em muita prova de tribulação houve abundância do goso,e como a sua profunda pobres abundou em riquezas da sua generosidade´´(2 Coríntios 8.2)

Nenhum comentário:

Postar um comentário